Apostolado da Oração

Compromissos do Apostolado da Oração em nossa paróquia

---Toda primeira sexta-feira do mês:

---*às 7h30, Santa Missa;

---**toda última quinta-feira do mês, hora Santa em favor das vocações às 15h; em seguida reunião ordinária.

Significados do Apostolado da Oração


O Apostolado da Oração constitui uma associação de fiéis que, pelo oferecimento diário de si mesmos, unidos ao Sacrifício Eucarístico e pela união vital com Cristo, colaboram na Salvação do mundo. Buscam esse objetivo por meio do seguinte programa:

Participação vital no Mistério Eucarístico;

Culto ou espiritualidade do Coração de Cristo;

Preocupação de sentir com a Igreja;

Assídua oração apostólica;

Amor e devoção a Nossa Senhora;

Todo o mês de junho é dedicado ao Sagrado Coração de Jesus, cuja devoção iniciou-se ao pé da Cruz, no momento em que o soldado com uma lança perfurou o lado do Senhor, abrindo seu Coração.

Os Compromissos do AO são a oração todos os dias, o oferecimento do dia pelas intenções da Igreja (que o Vaticano propõe em bilhete mensal todo inicio de mês), a reza do Terço por essas intenções (ou uma dezena), realizar a entronização da imagem do Coração de Jesus, com a devida honra, e a consagração das famílias, primeiro das casas dos membros que já pertencem ao AO e depois daquelas dos que pretendem pertencer, seja nas empresas, nas escolas e etc...

O Papa João Paulo II falou do carinho que tinha pelo AO e frisou que o Brasil caminhava muito bem com esta devoção especial, até em relação aos outros paises. O tempo de nossa pertença ao AO não termina: a partir do momento em que nos dispusemos a pertencer a ele, o nosso nome já está gravado no Coração de Jesus. - Ele nunca mais nos esquecerá de nós, e esta gravação nunca mais se apagará. Nós até podemos nos esquecer dele, mas Jesus é fiel e não nos abandona jamais.

Para esta pertença é preciso um tempo de preparação e de conhecimento, para que a pessoa tome consciência do compromisso que está assumindo. No dia de nossa consagração ao Sagrado Coração de Jesus recebemos indulgências, e para isso é necessária a Confissão, a Comunhão, uma oração na intenção do Papa e exclusão de todo apego ao pecado. - Os membros do AO neste dia também recebem a fita tradicional, sinal do Sagrado Coração: a cor vermelha é o Sangue, a vida de doação plena que o Senhor entregou por cada um de nós. A medalha tem o Sagrado Coração de Jesus de um lado e do outro o Coração de Maria, para nos lembrar que temos um Pai que nos abençoa, no Céu, e uma Mãe que segue conosco no Caminho, auxiliando-nos a vencer o mal e pedindo por nós a Deus. No Escapulário, que é o símbolo do AO, está gravado "Venha a nós o Vosso Reino", para nos lembrar a todo instante que estamos buscando esse Reino. A fita é sinal do Amor de Cristo por nós e do nosso por ele. Os membros do Apostolado da Oração têm o dever de estarem inseridos nas outras pastorais e movimentos da comunidade, para que com a sua oração sejam alicerce. - Todos os grupos precisam de oração para caminhar reto, e assim também é divulgado o Sagrado Coração de Jesus e espalhado o seu Amor a todos.


Breve história do Apostolado da Oração


O Apostolado da Oração nasceu no dia 03 de dezembro de 1844, na Casa de Estudos dos Padres Jesuítas, em Vals, perto de Le Puy, França, no dia da festa de São Francisco Xavier. Os estudantes de teologia e filosofia, presos a seus livros e temas escolares, viam crescer dentro de si o anseio de realizar algum apostolado direto nas paróquias e junto ao povo, inspirado pelo Espírito Santo. Pe. Francisco Xavier Gautrelet, jesuíta, no dia 3 de dezembro de 1844 lançou a luminosa ideia de oferecerem seus trabalhos, estudos e sacrifícios, assim com também suas alegrias e todas as realizações de suas vidas, em espírito apostólico, a Jesus Cristo. Assim nasceu o Apostolado da Oração.

No Brasil, o primeiro Centro do AO foi fundado em 30 de junho de 1867, na Igreja de Santa Cruz, Recife, sendo fundador e Primeiro Diretor o Pe. Bento Schembri, SJ. - O grande incentivador do AO no Brasil foi o Pe. Bartolomeu Taddei, que difundiu a espiritualidade do Sagrado Coração de Jesus em todo o país. Por essa razão ele é considerado o fundador e propagador do AO no Brasil. Em 1883, em relatório mandado para a França, assim escreveu ele sobre o AO no Brasil: “A alegria transborda da minha alma ao ler os relatórios de nossos diretores diocesanos... Em algumas Paróquias há Zeladores e Zeladoras que andam 25 ou 30 Km para não faltar às Reuniões mensais. Fui muitas vezes testemunha do bem que podem fazer alguns zeladores fervorosos, e como o Coração de Jesus coroa de bênçãos abundantes os esforços de seus apóstolos fiéis”.

O Pe. Bartolomeu Taddei – infatigável apóstolo do Sagrado Coração de Jesus – faleceu no dia 03 de junho de 1913, aos 76 anos. Deixou cerca de 1.400 Centros do AO no Brasil, com 40.000 Zeladores (homens e mulheres) e 2.700.000 Associados!

Padre Otmar Jacob Schwengber, SJ é atualmente o Secretário Nacional do Apostolado da Oração no Brasil.